André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Batata frita

Quase arrumou confusão na fila do mercado quando a mulher que estava na frente cutucou o marido e, apontando uma revista com a Cristiane Torloni na capa, disse quando eu ficar coroa vou ficar igual a ela. Sacando as formas redondas traseiras, laterais e frontais que saltavam da bermuda jeans da mulher, e checando também [...]

Quase arrumou confusão na fila do mercado quando a mulher que estava na frente cutucou o marido e, apontando uma revista com a Cristiane Torloni na capa, disse quando eu ficar coroa vou ficar igual a ela.

Sacando as formas redondas traseiras, laterais e frontais que saltavam da bermuda jeans da mulher, e checando também o carrinho que o casal abarrotara de caixas de hambúrguer, pacotes de salsichas e vidros de maionese, acabou pensando alto é ruim hein?

E no que o marido virou perguntando é ruim o quê mer’mão? Ele apontou na hora uns pacotes de batata frita, vaticinando essa marca é muito ruim, nunca levem.

Ficou um clima pesado, ele branco, o sujeito pouco convencido daquilo e a mulher olhando pra si mesma e pra capa da revista.

Mas a fila acabou andando, o sujeito empurrou o carrinho depois de ter dado uma sacada na mulher e pensando lá com consigo se o mané não tinha mesmo razão se falou mesmo o que tentou disfarçar com aquela história de batata frita.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentário (1)

  1. Henrique -

    É a tal história. Aquela mulher de capa de revista passa na sua frente. Você aprecia e sua mulher pergunta: “-Tá olhando o que?” E você, claro, responde:”Não sei não, mas a roupa não está combinando com a bolsa…”

Deixe o seu comentário!