André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Caos e embrutecimento

Recebi há pouco pelo zap, de fonte segura e não de algum tiozão, uma relato dramático da situação dos hospitais do Distrito Federal. Há gente sendo intubada no pronto-socorro, enfermaria virando UTI e sala de cirurgia apenas para emergência. A origem da mensagem é uma médica que trabalha em dois hospitais particulares e um hospital [...]

Getty imagens

Getty imagens


Recebi há pouco pelo zap, de fonte segura e não de algum tiozão, uma relato dramático da situação dos hospitais do Distrito Federal.

Há gente sendo intubada no pronto-socorro, enfermaria virando UTI e sala de cirurgia apenas para emergência.

A origem da mensagem é uma médica que trabalha em dois hospitais particulares e um hospital público de Brasília.

Que não há mais UTI não é novidade.

O problema agora é que começam a faltar ventiladores que colocam o pulmão do sujeito para funcionar em casos muito graves (e são muitos os casos muito graves).

Antes de receber essa mensagem, soube que em uma cidade do noroeste de Minas, onde a situação é tão difícil quando a de Brasília e do resto do país, uma mocinha lindinha, cheirosinha, maquiadinha e saradinha de academia vai comemorar o niver dela em uma chácara em um evento (só) para 200 pessoas. Mas vejam bem: tudo dentro das normas de segurança, com máscara, álcool gel e distanciamento.

Claro, claro, depois de beberem tudo que haverá na confraternização (não, não é festa, é uma coisa pequena, só uma confrazinha mesmo), é extremamente seguro que ninguém se abraçará ou se beijará, e todos continuarão lembrando de manter a máscara.

Fico pensando que esse tipo de gente feito a mocinha dessa cidade mineira está escarnecendo do trabalho da médica autora da mensagem que recebi há pouco, do trabalho dela e de milhares de outras médicas, médicos, enfermeiras e enfermeiros e toda comunidade hospitalar.

Mesmo que acontecesse o impossível, ou seja, Bolsonaro se tornar exemplo de governante gestor do combate à pandemia, o Brasil continuaria patinando com suas milhares de mortes diárias, por causa do embrutecimento humano de boa parte de sua população.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!