André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Dica

Não sou crítico literário, não tenho obrigação de me estender sobre um livro que acabei de ler. É porque não preciso de mais do que uma palavra para definir o livro de Aline Bei. Aliás, duas palavras: lindo demais, e peço logo perdão pela redundância, pois se é lindo, já é demais, mas neste caso [...]

o-peso-do-passaro-morto_capa_site

Não sou crítico literário, não tenho obrigação de me estender sobre um livro que acabei de ler.

É porque não preciso de mais do que uma palavra para definir o livro de Aline Bei. Aliás, duas palavras: lindo demais, e peço logo perdão pela redundância, pois se é lindo, já é demais, mas neste caso cabem as duas, sem exagero.

Ah, e se você, ao começar a ler, ficar em dúvida se é um romance ou um livro de poesia, fique tranquilo. Uma hora é um; outra hora, é outro, mesmo que pareça difícil existir um livro assim.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!