André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Disco mais famoso de Rod Stewart é relançado.

Vi nas prateleiras cada vez mais minguadas das lojas que vendem CDs um dos melhores discos de um cantor solo de Rock: A night on the town, o sétimo disco do simpático Rod Stewart, lançado em 1976. Estava com certa pressa, mas reparei que o CD duplo ( o disco original era simples) parece trazer [...]

Vi nas prateleiras cada vez mais minguadas das lojas que vendem CDs um dos melhores discos de um cantor solo de Rock: A night on the town, o sétimo disco do simpático Rod Stewart, lançado em 1976. Estava com certa pressa, mas reparei que o CD duplo ( o disco original era simples) parece trazer no segundo CD as mesmas músicas talvez com gravações diferentes, mas não sei ao certo, é palpite de quem estava apressado. Considero esse álbum épico, a começar pela capa. Ele é aquele que estampa uma paródia da tela Bal Au Moulin de la Galette, de Pierre-Auguste Renoir. A obra original custa no mercado de arte U$s 78 milhões. Para quem não está conseguindo visualizar, o quadro é uma praça com um coreto ao fundo, muitos casais dançando e, em primeiro plano, uma senhora abraçada a uma menina em uma roda de homens. Na capa do disco, Rod Stewart aparece desenhado no meio dos rapazes. Na contracapa ele está com um elegante chapéu de palha, um lenço negro no pescoço, erguendo uma antiga taça de champagne. Mas o que se destaca no disco é mesmo a qualidade das músicas. Pra começar, ele abre com uma das mais famosas (ou mesmo a mais famosa, pelo menos no Brasil) música de Rod Stewart, Tonight’s the Night (Gonna be all right). Mas há outros momentos muito bons, entre eles a interpretação fantástica de Rod Stewart para The first cut is the deepest, do Cat Stevens, uma das mais belas canções da música pop. Destaco ainda The Killing of the George (Part I e II) e Pretty Flamingo. O disco, que chegou ao 2º lugar da parada da Billboard, tem bastante piano e metaleiras, marca do som desse inglês/escocês apaixonado por futebol e que começou na década de sessenta cantando na Banda de Jeff Beck. O defeito deste CD duplo é o preço: R$ 49,90, o que afasta até mesmo gente igual a mim, que ainda insiste em comprar CDs.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (3)

  1. André Giusti Autor do post -

    Oi Célia. É exatamente esse disco que vi na loja, agora em CD, é claro. A night on the town. Estava R$ 49,90.

    abs.

  2. celia maria minguini -

    Como sou super fã do Rod, resolvi ver com você se tu pode me orientar onde posso encontrar um LP(era assim na minha época) do Rod Stewart de capa verde, onde ele está sentado com uma taça na mão e tem a musica Tonight’s the night e era do ano de 1.975 ou 1.076.
    Se voce puder me ajudar agradeço
    obrigada

  3. berna -

    é duro, hoje em dia, convencer alguem disso… mas rods foi um dos maiores cantores de rock and roll de todos os tempos, não é mesmo?… é incrivel o que ele fez no disco “truth” do jeff beck group e depois com the faces. e mesmo mais velho, gravou o unplugged mtv, com o ronnie wood ao lado, e esse é um baita disco (tem first cut e tem tonight´s the night tambien). herdeiro de sam cooke.

Deixe o seu comentário!