André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Dúvida e espera

Nesta 4ª feira, no Senado, certamente o ex-juiz vai dizer que é normal magistrado conversar com promotores. Suponho que realmente seja. Minha dúvida é se é normal um magistrado estar em grupos de zap conversando com os promotores. Por mais formal que seja, um grupo dessa espécie sugere proximidade, objetivos em comum. Será que ele [...]

Moro

Nesta 4ª feira, no Senado, certamente o ex-juiz vai dizer que é normal magistrado conversar com promotores.

Suponho que realmente seja.

Minha dúvida é se é normal um magistrado estar em grupos de zap conversando com os promotores.

Por mais formal que seja, um grupo dessa espécie sugere proximidade, objetivos em comum.

Será que ele também fazia o mesmo com os advogados de defesa?

Se é normal para um lado, deveria ser também para o outro, eis minha outra dúvida.

Enquanto isso, aguardo mais celeridade do Intercept nas revelações sobre esses diálogos.

Greenwald voltou a repetir que o material está sendo analisado, checado, em nome do bom e responsável jornalismo.

Muito bom que seja.

Mas pela minha experiência na profissão, séries de reportagens chegam ao público apenas depois de superada essa fase de checagem e comprovação.

O diálogo envolvendo FHC é pesado, incômodo (que uso aqui como eufemismo de comprometedor), mas acho que está havendo mais propaganda do que entrega por parte do site.

Ou de uma entrega mais rápida.

Paciência não é um recurso renovável.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!