André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Ensinem seus filhos pequenos a não bater em mulher

O combate à violência contra a mulher é responsabilidade de todos. Não é só do Estado, com a Polícia e os tribunais. Pode começar em casa, na educação dos filhos. Quem tem filha mulher, pode e deve ensiná-la que, pra começo de conversa, nenhum homem, em qualquer tipo de relação, tem o direito de levantar [...]

O combate à violência contra a mulher é responsabilidade de todos.

Não é só do Estado, com a Polícia e os tribunais.

Pode começar em casa, na educação dos filhos.

Quem tem filha mulher, pode e deve ensiná-la que, pra começo de conversa, nenhum homem, em qualquer tipo de relação, tem o direito de levantar a voz e gritar com ela.

Quem não permite o primeiro grito, o primeiro xingamento, certamente impede o primeiro tapa.

Quando nos relacionamentos amorosos, é preciso que nossas filhas tenham claro na cabeça que nesses casos a violência contra a mulher ganha uma dimensão a mais. Como há a entrega, o carinho e a confiança, a violência certamente é mais cruel. Se é mais cruel, é também mais dolorida. E mais covarde também.

Sejamos francos, diretos, objetivos: filha, se esse cara gritar com você, xingar você, saia fora. Quem corta o mal pela raiz ainda no namoro, pode estar de livrando de uma tragédia no casamento.

Mas essa responsabilidade cabe também a quem tem filho homem.

Pais e mães de meninos podem fazer sua parte ensinando aos pequenos que fisicamente a mulher é mais frágil.

É claro que um menino de quatro ou cinco anos quando empurra uma menina não tem a dimensão da sua força nem da inferioridade da força da coleguinha. Nem certamente faz por mal. Mas se os pais dos futuros varões mostrarem que empurrão, chute, tapa e soco doem ainda mais nas meninas, é bem provável que estejam formando um homem consciente de seu papel na promoção da paz, começando pela integridade física das futuras namoradas e esposas.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentário (1)

  1. Rodrigo Santos -

    Falou e disse! Os meu estão aprendendo assim!!!!

Deixe o seu comentário!