André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Esquerda e direita ainda existem sim

Por causa das mudanças na ordem mundial nos últimos 20 e poucos anos, tem se buscado estabelecer como espécie de senso comum a ideia de que não existe mais esquerda nem direita nem no mundo nem no Brasil. Nunca fui filiado a partidos, sequer algum dia fiz campanha política em nível pessoal. Meu máximo é [...]

Por causa das mudanças na ordem mundial nos últimos 20 e poucos anos, tem se buscado estabelecer como espécie de senso comum a ideia de que não existe mais esquerda nem direita nem no mundo nem no Brasil.

Nunca fui filiado a partidos, sequer algum dia fiz campanha política em nível pessoal. Meu máximo é sempre declarar meu voto abertamente, até para que isso sirva de pretexto para discussão.

Mas me considero um sujeito de esquerda.

Isso porque permaneço defendendo ideias que, historicamente, foram defendidas pela esquerda, me contrapondo, consequentemente, a posturas adotadas pelo lado contrário. E esse lado oposto continua, por sua vez, dono de posições bem claras, conceituadas e consolidadas ao longo da história como de uma determinada corrente de pensamento.

Como, então, não existe mais nem um lado nem outro?

Por que, então, continuo pensando totalmente diferente de quem, por exemplo, aposta na onipresença da economia de mercado em todo e qualquer setor da vida do cidadão?

A tentativa de apagar a linha divisória entre correntes ideológicas sempre aparece maquiada de desilusão política, mas por debaixo dessas tintas talvez carregue o objetivo maior de despolitizar a sociedade, começando pelas que estão realmente desiludidas politicamente, como a brasileira.

E sociedade despolitizada só interessa a quem detém o poder, seja qual for a instância (inclusive a da mídia).

E esse interesse independe de qual lado esteja mandando.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (4)

  1. Adalberto -

    Correntes ideológicas foram abandonadas infelizmente, à partir do momento que sua defesa passou a custar a perda de um lugar ao sol.

  2. Carlos Henrique -

    André, desta vez não vou comentar seu texto. Quero lhe desejar meus parabéns. Que Deus lhe dê muita saúde, paz e sucesso. Estou aguardando um novo livro seu, pois já estou repetindo os antigos. Li o “Voando pela noite…” em Cabo Frio, agora em abril. Tudo a ver. Um grande abraço!

  3. Giovani Iemini -

    eu diria que tenho FORMAÇÃO de esquerda, mas fugi desses conceitos e hoje me vejo como um anarquista.
    até p q a esquerda sociopata é pior que a direita acachapante.
    ambas são merdas.

  4. Alexandre -

    Hay govierno?… Soy contra.

Deixe o seu comentário!