André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Juvenal é legal (e solidário)

Acho que ele se chama Juvenal, embora seu nome possa ser Quirino, não tenho certeza. Eu o conheço, passo sempre por ele, mas ele não sabe quem eu sou. É que sempre passo por ali de bicicleta, nunca de carro. Ou seja, não estaciono no ponto dele. Juvenal – ou Quirino – é guardador, ou [...]

www.avidacomesclerosemultipla.com.br

www.avidacomesclerosemultipla.com.br

Acho que ele se chama Juvenal, embora seu nome possa ser Quirino, não tenho certeza.

Eu o conheço, passo sempre por ele, mas ele não sabe quem eu sou. É que sempre passo por ali de bicicleta, nunca de carro. Ou seja, não estaciono no ponto dele.

Juvenal – ou Quirino – é guardador, ou flanelinha, dependendo da cidade de quem me lê. Como ouvi de um deles certo dia, ele “mexe com o ramo de estacionamento”.

Hoje passei com minha magrela de novo por ele. Eu vinha pelo canto da rua, e tentava enxergar, na beira do meio fio, entre um carro e outro estacionado, uma rampinha em que eu pudesse subir, pegar a calçada e de lá a ciclovia.

Mesmo ainda de longe, o “dono do ponto” captou minha aflição, e logo foi apontando uma brecha entre os carros em que eu pudesse pegar uma rampinha e seguir em paz pedalando. “Aqui, ó! Entra aqui, ó!”, indicou rápido onde eu deveria virar, antes que eu passasse do local.

Virei e segui em paz pedalando, pensando que Juvenal, ou Quirino, é um cara legal, do tipo que percebe a necessidade do próximo, e o melhor: se importa com ela.

Mesmo que não se dê conta, já entendeu que para ser solidário não é preciso, necessariamente, embarcar numa força humanitária para combater a fome na África.

Dá pra ajudar o semelhante entre um motorista e outro que liberam uma gorjeta.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!