André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Na lei, assim como no jogo do bicho

Não tenho comprovação científica, mas me arrisco a palpitar que boa parte dos 68% ouvidos pelo Data Folha se declarando a favor do impeachment de Dilma Rousseff não o são pelos motivos legais que podem impedir um governante de continuar seu mandato. Eles querem que Dilma suma de vez porque a inflação ‘tá comendo o [...]

g1.globo.com

g1.globo.com

Não tenho comprovação científica, mas me arrisco a palpitar que boa parte dos 68% ouvidos pelo Data Folha se declarando a favor do impeachment de Dilma Rousseff não o são pelos motivos legais que podem impedir um governante de continuar seu mandato.

Eles querem que Dilma suma de vez porque a inflação ‘tá comendo o salário ou porque ‘tá procurando emprego e não acha. Ou mesmo as duas coisas juntas, o que é ainda pior.

Essas pessoas têm razão para querer o impeachment.

Só não têm conhecimento da Constituição Federal, lei maior do país.

Ser um mau governante, o que é o caso, não é motivo para apear ninguém do Planalto. Isso não está na Constituição. E como no jogo do bicho, na lei também só vale o que está escrito.

Para tirar um presidente que é ruim porque não cuida dos preços e do emprego como deveria, o caminho é outro, e pela mesma Constituição isso só pode acontecer daqui a mais ou menos dois anos e meio. Nas urnas.

Com o nível de instrução do brasileiro, é quase certo que, infelizmente, a maioria das pessoas não saiba disso.

Mas há uma minoria bem esperta que sabe. E sabe muito bem.

Mas por interesse próprio, faz de conta que nunca nem ouviu falar.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!