André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

No Rio de Janeiro

Para Clarice.   Nos olhos espanto-extasiados da menina de Brasília, coube o mar inteiro de Ipanema ao Leblon.

Para Clarice.

 

Nos olhos espanto-extasiados

da menina de Brasília,

coube o mar inteiro

de Ipanema ao Leblon.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (6)

  1. Raquel Madeira -

    que fofo. Acho que você nunca vai esquecer das gargalhadas dela na praia.

  2. Bia Lobo -

    Obrigada, André.
    Entendo o seu não gostar do grito tricolor…(rsrsrsrs) mas para seu agrado pode substitui-lo, intimamente é claro, pelo seu time do coração.
    Nasci e cresci em Laranjeiras…
    beijos cariocas pra vc

  3. André Giusti Autor do post -

    Que belo, Bia. Só não gostei desse Neeeeeennnse! (rs rs)

  4. Bia Lobo -

    LINDO!!!!!!!!!!!!!!
    E na minha alma de menina do Rio morando em Brasília cabe a cidade inteira!
    ————————-
    Rio de Janeiro
    A vida tem outro ritmo.
    Como as ondas e as marés.
    Como Rio correndo pro mar.
    Mar infinito que encanta e rodeia.
    Enquadra a cidade.
    Linda.
    Gosto de biscoito Globo e mate.
    Pele morena, sorriso franco.
    Conversa de água de côco e futebol.
    Vai, Neeeeeeennnse.
    Gooooollll!
    Oh! meu Cristo Redentor, abençoa e
    protege a minha cidade.
    Nua, amedrontada, maltratada.
    Linda.
    Saudades de casa.
    RIO, se Deus quiser,
    estaremos juntos
    no início DE JANEIRO.

    Bia\2006

  5. Sócio -

    Nós que trazemos sal nas veias lembramos da primeira visão de nossos filhos entrando no mar. Segurando os bracinhos e deixando as perninhas enconlhidas na expectativa de uma onda mais travessa. Aí o contato e os gritinhos de alegria no batismo da areia, do mar e dos azuis do Atlântico.

  6. angela giorgio -

    Que lindo !
    Meus netos tbm se extasiaram…
    É mágico, é lindo, é avassalador, é assustador…
    Amedronta e fascina !!!
    Vovó Cuca, c/ carinho e respeito, leva pela mão a criança e fala do amor que sente por aquela imensidão, fala dos mistérios, dos perigos e do prazer…
    Muito bommmm, muita saudade..
    Até dezembro, mar da minha infância, mar da minha vida, mar de tantos amores !!!
    Obrigada, André !

Deixe o seu comentário!