André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

O autor em tempos de rede

A pessoa é sua amiga na rede social, e com alguma frequência na vida real também. Claro que sabe que você é escritor, tem até ao menos um de seus livros. Mas não dá um sinal de vida quando você posta um poema, um trecho de conto, uma crônica. Aí, num belo domingo madorrento, você [...]

Dicas Gerais

Dicas Gerais

A pessoa é sua amiga na rede social, e com alguma frequência na vida real também.

Claro que sabe que você é escritor, tem até ao menos um de seus livros.

Mas não dá um sinal de vida quando você posta um poema, um trecho de conto, uma crônica.

Aí, num belo domingo madorrento, você tasca lá na tua página a foto do rango feito com carinho pela namorada ou semelhante. De quebra ainda vai o vinho que você guardou para uma ocasião que fizesse jus ao rótulo.

Em cinco minutos, a pessoa aparece cheia de coraçãozinho ou carinha de uau! e ainda comenta “maravilhoso”, “que delícia” ou elogios do gênero.

Ela até pode estar elogiando teu cardápio, tua carta de vinhos, mas, sei lá, acho que na verdade está dizendo, de outro modo, “cara, você é bacana, mas não gosto de você como escritor”.

Capaz de ser paranoia minha. Capaz que não.

Coisas de autor em tempos de rede.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!