André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

O Brasil não é surreal (É absurdo)

O Brasil não é surreal. É absurdo mesmo. Surreal, estilo que consagrou Salvador Dali, guarda muita beleza, embora num primeiro momento possa nos parecer estranho. Absurdo não guarda beleza alguma e sempre será estranho, embora no Brasil tenhamos nos acostumado a ele. Senão, o que pode explicar que uma Presidente da República, contra a qual [...]

www.estudopratico.com.br

www.estudopratico.com.br

O Brasil não é surreal. É absurdo mesmo.

Surreal, estilo que consagrou Salvador Dali, guarda muita beleza, embora num primeiro momento possa nos parecer estranho.

Absurdo não guarda beleza alguma e sempre será estranho, embora no Brasil tenhamos nos acostumado a ele.

Senão, o que pode explicar que uma Presidente da República, contra a qual não há provas concretas, esteja na iminência de perder o cargo para o qual foi conduzida por cerca de 54 milhões de pessoas?

Mais difícil ainda de explicar: todo esse empurra-empurra Dilma pro abismo está sendo capitaneado por um homem que é réu na mais alta corte do país. É réu porque está provado que mentiu. É réu porque está provado que tem dinheiro sujo e não declarado no exterior. É réu porque pagou com esse dinheiro mimos e luxos pra mulher e pra família.

Como auxiliares do réu mor, a julgar por corrupção alguém contra quem não há nada provado, dezenas que são acusados e investigados por corrupção.

E metade da população aplaudindo o cadafalso à margem da lei.

Não, o Brasil não é surreal.

É absurdo, vivendo em total plenitude e como nunca a sua loucura.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!