André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Os malcriados “reacionarinhos” e seus pais omissos

O episódio envolvendo o Chico Buarque me faz imaginar que esta geração que tem entre 20 e 30 anos simplesmente não sabe conviver com a democracia. Muito pelo contrário. A despreza, isso quando não a insulta. Parece que esses meninos e meninas, que por ironia nasceram justamente nos anos em que o país recuperou o [...]

rafaellira.zip.net

rafaellira.zip.net

O episódio envolvendo o Chico Buarque me faz imaginar que esta geração que tem entre 20 e 30 anos simplesmente não sabe conviver com a democracia.

Muito pelo contrário.

A despreza, isso quando não a insulta.

Parece que esses meninos e meninas, que por ironia nasceram justamente nos anos em que o país recuperou o direito de dizer o que pensava, consideram conspiração comunista qualquer posição contrária à que eles defendem.

Se eles soubessem quanta gente morreu ou ficou traumatizada para que eles pudessem simplesmente achar e pensar qualquer coisa livremente, sem medo de choque elétrico nos bagos ou no bico dos seios.

Mas não sabem.

Como não sabem respeitar a diferença de opinião.

E não respeitam porque não sabem ouvir não, e nunca souberam por que nunca escutaram.

E aí, a geração antecessora, ou seja, pais e mães dos malcriados “reacionarinhos”, precisa fazer mea culpa, porque afinal ouvir um não se aprende em casa, ainda fazendo cocô nas fraldas.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!