André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Outras datas além de 11/9

Não quero parecer panfletário, coisa que, a essa altura da vida, na idade das ilusões perdidas, definitivamente não sou. Mas se você fez ou ainda fará algum tipo de manifestação de pesar pelas vítimas do World Trade Center, lembre-se de também fazer o mesmo pelas vítimas do golpe militar no Chile, país vizinho e irmão. [...]

Não quero parecer panfletário, coisa que, a essa altura da vida, na idade das ilusões perdidas, definitivamente não sou.

Mas se você fez ou ainda fará algum tipo de manifestação de pesar pelas vítimas do World Trade Center, lembre-se de também fazer o mesmo pelas vítimas do golpe militar no Chile, país vizinho e irmão.

Coincidentemente hoje faz 40 anos que Salvador Allende, presidente eleito pelo voto popular, foi deposto pela tropa de Augusto Pinochet. Dando suporte ao futuro ditador, estavam os Estados Unidos da América do Norte, da mesma forma que estiveram, nove anos antes, presentes em 31 de março – outra data a sempre ser lamentada –, ajudando a derrubar João Goulart.

Nas duas situações, dividiram a responsabilidade de inaugurar regimes sanguinários que torturaram, mataram e desapareceram com pais e mães de família, deixaram órfãs crianças pequenas. Guarde seu pesar para elas também.
Allende
Do mesmo modo, reserve, a cada 6 de agosto, sua emoção pungente para os milhares de mortos pela bomba atômica em Hiroshima e Nagasaki.

Por último, insistindo que não sou megafone vermelho, doe também um pouco da sua tristeza em todo 8 de junho. Nesse dia, em 1972, uma menina vietnamita chamada Kim Phuc foi fotografada correndo nua e em desespero durante um bombardeio com bombas de napalm. Desnecessário dizer qual país lançou a bomba.
Napalm
Bomba atômica
Há ainda milhares de vidas ceifadas ao longo dos anos no Iraque, no Afeganistão e outros países. Lembre-se delas, embora sem data marcada no calendário.

É de direito que se lamente o atentado às Torres Gêmeas, mas como a vida humana tem o mesmo valor em qualquer parte do planeta, será injustiça ou falta de foco humanitário que nosso pesar pelas vítimas da estupidez dos homens se limite sempre a um único dia do ano.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentário (1)

  1. Eucy da Silva Lima -

    É isso aí André. Tristes datas que a humanidade jamais deverá esquecer. bjs

Deixe o seu comentário!