André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

A magia dos tapetes que contam histórias

Este fim de semana tive a oportunidade de assistir a um espetáculo do grupo Os Tapetes Contadores de Histórias. Os cerca de 50 minutos de apresentação na Caixa Cultural, aqui em Brasília, acabaram sendo a melhor parte de um fim de semana bem divertido e movimentado com minhas pequenas. O grupo existe há 16 anos, [...]

Este fim de semana tive a oportunidade de assistir a um espetáculo do grupo Os Tapetes Contadores de Histórias. Os cerca de 50 minutos de apresentação na Caixa Cultural, aqui em Brasília, acabaram sendo a melhor parte de um fim de semana bem divertido e movimentado com minhas pequenas.

O grupo existe há 16 anos, fazendo exatamente isso que o nome diz: contar histórias. Mas neste caso, esta arte milenar de encantar as crianças ( e também os adultos, pois eu ri à beça) é ungida de literatura, música e teatro. Os cenários são costurados em panos postos no chão do palco, à moda de tapetes. Está, portanto, explicado o nome.

Com talento acurado, Os Tapetes levam ao público histórias de autores do naipe de Luiz Câmara Cascudo, só para deixar como exemplo o que vi ontem.

A apresentação foi de graça, o que é sempre bom quando se tem que fazer programa com os filhos. Levando-se em conta a qualidade do espetáculo, o custo benefício fica bem interessante e torna o programa muito mais recomendável do que filmes como Festa no Céu, que é até “legalzinho”, mas que não acrescenta nada além da surrada moral do cinema estadunidense.

A temporada em Brasília terminou neste domingo, 9, e no site do grupo ( www.tapetescontadores.com.br ) não há informação sobre onde os tapetes serão estendidos agora.

Mas se esses tapetes passarem pela sua cidade, fica a dica: aconchegue neles os pés da sua imaginação.

Tapetes

 

 

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!