André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

Sobre palavrões e bermuda furada na bunda

1.Nelson Rodrigues dizia que, no estádio, brasileiro vaia até minuto de silêncio. Muito bem. Mas pense se, quando há visitas em casa, você se comporta do mesmo jeito que quando está sozinho ou apenas com seu irmão, sua mulher, seu marido. Você usa na frente das visitas aquela bermuda furada na bunda? Arrota na frente [...]

1.Nelson Rodrigues dizia que, no estádio, brasileiro vaia até minuto de silêncio.

Muito bem. Mas pense se, quando há visitas em casa, você se comporta do mesmo jeito que quando está sozinho ou apenas com seu irmão, sua mulher, seu marido. Você usa na frente das visitas aquela bermuda furada na bunda? Arrota na frente delas igual a quando está apenas na frente de pai e mãe?

As vaias quando a seleção da Croácia entrou em campo para o aquecimento foram apenas o aperitivo da falta de educação da torcida de um país que, como sede do evento esportivo do ano, é simplesmente o anfitrião, e que deve ser, no mínimo, educado com seus convidados. Vaiar a Croácia foi como a pessoa que recebe em casa de cara amarrada, não convida pra sentar, não oferece um café nem um copo d’água.

Deixemos as vaias para os embates domésticos e que ela tempere, com todo o gosto que tem, apenas nossas diferenças clubísticas, pois o universo de uma Copa do Mundo é um pouquinho maior do que o do campeonato paulista, carioca, mineiro, gaúcho. Ou vamos mesmo receber as visitas de bermuda furada na bunda?

2. A abertura insossa e apática da Copa não mostrou o que é o país, e aquela estética industrializada de Cláudia Leite não passou nem perto da variedade sonora e rítmica de nossa música.

Acho que quem abriu verdadeiramente a Copa foi a torcida cantando o Hino Nacional. Foi de arrepiar.

Assim como foi de envergonhar o xingamento à Presidenta da República. É como se, além de usarmos a bermuda furada na bunda quando há visitas em casa, xingássemos também pai, mãe e irmão na frente delas.

Quer mandar a Dilma tomar lá onde a pata toma? Ou o Aécio? Ou o Eduardo Campos e a Marina? Faça isso no voto, em outubro, e depois cobre ética e respeito das autoridades.

3. Gostaria de entender como alguém compra um ingresso caro, vai ao jogo de abertura e manda a Fifa tomar no mesmo lugar que mandou a Dilma. Ora, por causa de quem as pessoas que xingaram estavam lá? Acho que não foi por causa da Cruz Vermelha.

maleducado

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!