André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

A difícil tarefa masculina de fazer xixi em shopping

Penso que alguns shoppings precisam repensar a relação que possuem com os homens. Sim, gente do sexo masculino, que usa calça comprida, bermuda e short. Que faz xixi em pé. Muitos deles (o Liberty Mall, em Brasília, é um exemplo) simplesmente não têm prateleiras junto aos mictórios – isso! Aqueles vasos brancos presos na parede, [...]

Penso que alguns shoppings precisam repensar a relação que possuem com os homens. Sim, gente do sexo masculino, que usa calça comprida, bermuda e short. Que faz xixi em pé.

Muitos deles (o Liberty Mall, em Brasília, é um exemplo) simplesmente não têm prateleiras junto aos mictórios – isso! Aqueles vasos brancos presos na parede, um dos ícones do universo masculino.

Talvez pensem que homens não fazem compras, que não carregam embrulhos, pacotes, bolsas. Talvez ainda pensem que apenas acompanhemos, mal humorados, nossas esposas, namoradas, filhas. Quem sabe achem que só entramos num shopping para tomar um espresso enquanto a primeira dama roda pelas lojas.

Fonte: thaisfrota.wordpress.com

Fonte: thaisfrota.wordpress.com


Mesmo que não tenhamos ido às compras (mulheres, emprestem-me a expressão, por favor), hoje em dia sempre levamos nas mãos a carteira, o Ipod, o smartphone e, no meu caso, que já fiz a revisão dos 40 mil, a caixa com os óculos pra perto.

E onde se põe toda essa tralha na hora de fazer xixi?

Imagine como é segurar embrulho, sacola, óculos com uma das mãos e com a outra abrir a braguilha e capturar, lá dentro, o instrumento.

Ainda mais quando se trata do brasileiro normal, mediano, padrão, cujo volume – não falo de eficiência – equivale apenas à compra de uma ida ocasional ao shopping, e não à lista com os presentes de natal.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!