André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

A Grande diferença

Em uma de minhas postagens contra as comemorações pelos 55 anos das crueldades promovidas pela ditadura militar, recebi comentário dizendo que a esquerda, naqueles anos de chumbo grosso, também matou, sequestrou e assaltou banco. É alegação costumeira dos defensores da barbárie. Desinformadamente (quero crer) se esquecem de que o Estado, quando considera que alguém infringiu [...]

Zuzu-Angel-1986a-660x440

Em uma de minhas postagens contra as comemorações pelos 55 anos das crueldades promovidas pela ditadura militar, recebi comentário dizendo que a esquerda, naqueles anos de chumbo grosso, também matou, sequestrou e assaltou banco.

É alegação costumeira dos defensores da barbárie.

Desinformadamente (quero crer) se esquecem de que o Estado, quando considera que alguém infringiu a Lei ou atacou a ordem, deve investigar, prender, julgar e condenar ou absolver.

E não espancar um jovem, colocar sua boca no cano de descarga de um automóvel ligado e, por último, jogá-lo, possivelmente ainda vivo, de um avião em pleno mar alto, como foi feito com Stewart Angel Jones, em 1971.

Afinal, não estamos falando de um poder paralelo, pirata, mas sim do Estado, guardião da Lei e principal mantenedor da ordem, do direito. Da vida das pessoas.

Essa é a diferença.

Que não é pequena.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!