André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

A minha história secreta com o Rock’n Roll

Quem me vê em fotos com camisetas dos Beatles, Stones & Cia, ou me vê postando links dos garotos do Greta Van Fleet, não imagina que um disco de trilha sonora de novela foi um dos principais responsáveis por eu me tornar um fã irreversível do Rock’n Roll. Por ocasião da passagem do Tarcísio Meira, [...]

WhatsApp Image 2021-08-14 at 14.44.00

Quem me vê em fotos com camisetas dos Beatles, Stones & Cia, ou me vê postando links dos garotos do Greta Van Fleet, não imagina que um disco de trilha sonora de novela foi um dos principais responsáveis por eu me tornar um fã irreversível do Rock’n Roll.

Por ocasião da passagem do Tarcísio Meira, esse monstro da dramaturgia, minha irmã desencavou esse disco e me mandou as fotos há pouco.

Minha mãe era fã do Tarcísio e não perdia um capítulo dessa novela, que foi ao ar quando eu tinha sete anos.

Acho que ela ganhou o disco de presente do meu pai, mas quem se acabava mesmo de escutar era eu, alucinado com Elvis cantando Blue sued shoes, Neil Sedaka mandando Oh, Carol! e Stupid Cupid e Bill Halley e seus cometas com o hino Rock Around the Clock.

WhatsApp Image 2021-08-14 at 14.43.18

Não há como esquecer o que eu sentia quando o braço da vitrola levava a agulha a tocar o vinil e a pauleira começava.

Uma corrente elétrica atravessava meu corpo (e é assim até hoje).

Não há como negar que, assim como o rádio, as trilhas de novelas foram responsáveis por ajudar a formar o gosto musical de umas duas gerações, pelo menos.

Um ano depois de Escalada, veio Estúpido Cupido, que tinha Ney Latorraca interpretando o lendário Mederix, e o roqueirinho aqui pediu os dois vinis, a trilha nacional e a internacional (porque havia as duas), e consolidei de vez minha paixão por esse ritmo que, em minha opinião, sempre será sinônimo de juventude, alegria, protesto e rebeldia.

Hey, hey! My my Rock’n Roll can never die!!!

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!