André Giusti - foto: Luana Lleras
voltar para o início do blog

A mesma praia

Não tiro de forma alguma a validade das manifestações de hoje, convocadas por MBL & Cia. Para livrar o Brasil do fascismo e do risco diário e permanente que corre nossa democracia, eu votarei – se preciso for – até na hipocrisia do Partido Novo. Quando se tem câncer, o importante é extirpar o tumor [...]

Tumor

Não tiro de forma alguma a validade das manifestações de hoje, convocadas por MBL & Cia.

Para livrar o Brasil do fascismo e do risco diário e permanente que corre nossa democracia, eu votarei – se preciso for – até na hipocrisia do Partido Novo.

Quando se tem câncer, o importante é extirpar o tumor (em nosso caso, um sarcoma extremamente maligno) e depois saber se faremos quimio ou radioterapia.

Mas não me exijam estar junto de quem votou e fez campanha para Eduardo Cunha e espalhou Brasil afora adesivos de Dilma Rousseff de pernas abertas para ser posto na tampa de tanques de gasolina.

Lembrem-se de que um dos que convocam as manifestações de hoje dizia que universitária de esquerda é que nem miojo: está pronta para comer em cinco minutos.

Há uma tentativa de se remeter à união supra partidária que existiu em torno das Diretas já, 37 anos atrás.

Quando escutar isto, pense no nível dos políticos daquele distante 1984.

Portanto, torço para que as manifestações de hoje encham as ruas, mas para sair de casa e gritar #Foragenocida prefiro estar entre os que frequentam a mesma praia que eu.

Tags:

Gostou, compartilhe:

Comentários (0)

Deixe o seu comentário!